Documento /app Documento /amp -->
Publicidade

Estado de Minas CRESCEU E APARECEU

Dafra Apache RTR 200: urbana com pretensões esportivas

Com motor de um cilindro e linhas mais esportivas, a Apache RTR 200 tem embreagem deslizante, rodas com aros de 17 polegadas, banco em dois níveis e tomada USB


postado em 27/03/2020 15:10

O motor de um cilindro e quatro válvulas entrega 21,02cv de potência(foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
O motor de um cilindro e quatro válvulas entrega 21,02cv de potência (foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
 

O modelo Dafra Apache 200 não é simplesmente uma evolução da antiga Apache 150. É uma motocicleta completamente diferente, com direito a requintes normalmente encontrados em modelos de maior cilindrada, como embreagem deslizante, tomada USB, LEDs, cavalete central e painel digital com luzinha “shift”, que acende para alertar a melhor hora de trocar as marchas, além de outros detalhes. Assim como a antecessora, que foi comercializada entre 2010 e 2015, a nova Apache RTR 200 é fruto da parceria da indiana TVS com a brasileira Dafra.


Produzida em Manaus, Amazonas, foi apresentada no Salão das Duas Rodas em São Paulo em 2017, onde despertou bastante atenção, mas só chegou ao mercado em 2019, depois do processo de ajustes e adaptações para o mercado nacional, com preço sugerido, com frete já incluído, de R$ 12.990. A proposta é a de uma moto urbana, porém, com pretensões mais esportivas no visual, na ergonomia, nos itens de série e também no desempenho, explicitamente expresso na sigla RTR, Racing Throttle Response, que poderia ser traduzido como “acelerador nervoso”.

Os semiguidãos são esportivos, mas ligeiramente mais altos, para uso urbano(foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
Os semiguidãos são esportivos, mas ligeiramente mais altos, para uso urbano (foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)

DESEMPENHO O motor do tipo quatro tempos de um cilindro, equipado com arrefecimento a ar e óleo, tem 197,75cm³, injeção eletrônica, quatro válvulas e entrega 21,02cv a 8.500rpm e torque de 1,85kgfm a 6.500rpm, acoplado a um câmbio de cinco marchas, com embreagem “slippery”, que não deixa a roda traseira travar nas reduções radicais, em uma tocada mais esportiva. Números (absolutos) que a aproximam dos modelos street de 250cm³, e se distanciam dos modelos de 150/160cm³ do mercado.

Modelo conta com rabeta afilada, lanterna em LED e um spoiler na parte baixa do motor(foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
Modelo conta com rabeta afilada, lanterna em LED e um spoiler na parte baixa do motor (foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)

Na prática, a Apache RTR 200 entrega o que o “pacote” propõe. Mantém velocidade sem muita dificuldade e oferece retomadas que facilitam a pilotagem nos deslocamentos urbanos. Porém, um câmbio de seis velocidades, embora mais trabalhoso, exigindo trocas mais constantes, proporcionaria melhor aproveitamento. Por outro lado, as rodas de liga leve, com aros de 17 polegadas, como nas esportivas, calçadas com pneus sem câmara, deixam a tocada mais ágil e também mais esportiva.
O banco em dois níveis tem %u201Candares%u201D separados(foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
O banco em dois níveis tem %u201Candares%u201D separados (foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)

VISUAL A esportividade também está presente nos semiguidãos (ligeiramente mais altos), no banco em dois níveis separados e nas pedaleiras ligeiramente mais recuadas. O resultado é uma posição de pilotagem um pouco mais inclinada e esportiva. O visual segue a linha, com rabeta afilada, lanterna em LED e um spoiler na parte baixa do motor. O painel digital em LCD, com micro-carenagem, conta com indicador de marcha engatada, relógio e conta-giros em barras progressivo. Já o tanque, com capacidade para 12 litros, tem tampa tipo aviação, que fica deslocada para a direita.

O painel digital em LCD tem luz de aviso para a hora de trocar as marchas(foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
O painel digital em LCD tem luz de aviso para a hora de trocar as marchas (foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)

A suspensão dianteira é telescópica não invertida, com 117mm de curso. A suspensão traseira, do tipo mono, tem 105mm de curso e sete posições de regulagem na pré-carga. Os freios obedecem à obrigatoriedade do sistema combinado, que aciona o dianteiro e o traseiro simultaneamente. Na dianteira, um disco estilo margarida de 270mm de diâmetro. Na traseira, o disco tem 240mm de diâmetro. Outro cacoete de moto maior é a luz de posição no farol do tipo escudo. O visual, com porte mais avantajado e agressivo, tem cores vermelho fosco e preto brilhante.
As rodas são de liga leve, com aros de 17 polegadas(foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)
As rodas são de liga leve, com aros de 17 polegadas (foto: Mario Villaescusa/Dafra/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade