Documento /app Documento /amp -->
Publicidade

Estado de Minas SEGUNDO CAPÍTULO

Dirigimos o Tesla Model Y e mostramos para vocês os detalhes do elétrico autônomo

Agora ao volante do SUV, revelamos as tecnologias disponíveis que podem ser acessadas por meio do painel de controle e o poder de aceleração do Model Y


postado em 13/11/2020 12:26

 

Na primeira parte do vídeo do Tesla Model Y, o empresário Marcio Cadar mostrou várias características do SUV cupê compacto, derivado do Model 3, produto da fábrica do milionário Elon Musk. Agora chegou a nossa vez de assumir a direção (ou não!) desse modelo elétrico que conta com recursos de condução autônoma. O Tesla Model Y foi lançado no início deste ano e chega ao Brasil por cerca de R$ 700 mil, considerando os impostos de importação.


A versão do Tesla Model Y do empresário mineiro é a Long Range, porém, apimentada com alguns componentes da versão topo de linha Performance. O modelo tem linhas fluidas e estilo minimalista, com 4,75m de comprimento, 1,92m de largura, 1,62m de altura e 2,89m de distância entre-eixos. Destaque para as formas aerodinâmicas, com para-brisa bem inclinado formando conjunto único com o teto de vidro panorâmico de formato arqueado, que se estende até a traseira.

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)

Dirigir o Tesla Model Y é realmente divertido, pois os motores elétricos atuam de maneira silenciosa, mas despejam a potência combinada de 350cv e o torque de 65,3kgfm de maneira muito rápida. Ainda bem que o modelo conta com tração integral permanente e muita tecnologia para mantê-lo firme na pista. O “coice” que se sente ao pisar fundo no acelerador é realmente impressionante. O fabricante limita a velocidade máxima em 250km/h e a aceleração até 100km/h é feita em apenas 3,7 segundos. Performance de esportivo.
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)

O modelo tem autonomia de 525 quilômetros e as baterias podem ser recarregadas em tomadas residenciais ou carregadores rápidos, com tempo de recuperação de energia variando de 15 minutos a oito horas. De acordo com o fabricante, uma recarga de 15 minutos em totem de carga rápida (Supercharger) proporciona autonomia de 270 quilômetros. Vale lembrar que pela tela do comando central o motorista acompanha a recuperação da energia cinética, que se dá por meio de frenagens ou desaceleração.
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)

Ao volante do Tesla Model Y conferimos a experiência da condução autônoma, na qual o carro trafega sozinho, se orientando por radares e sensores, fazendo curvas e acionando o freio para manter a distância dos veículos que vão à frente. Todas as informações e sistemas disponíveis no modelo podem ser comandados por meio da tela central, um verdadeiro painel de controle. Assista o vídeo e venha se divertir conosco.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade